25
set
2014

Posso viver de short jeans?

Inspire-se!, Looks, Moda

Se tem uma peça que eu não sei viver sem no meu armário, com certeza é o short jeans. Juro para vocês que se eu pudesse, eu escolheria uns 5 modelos e viveria apenas com eles para sempre.

Hoje em dia eu tenho 2, e eu só não apareço mais porque tento sempre me forçar a usar outras peças, principalmente aqui no blog! Mas depois que eu descobri que a Sincerely Jules é praticamente a embaixadora dos shorts jeans, eu to achando que vou me candidatar à vaga.

sincerely-jules-short-jeans

Para mim, o maior desafio dessa peça é arrumar formas diferentes e criativas de deixar o short jeans menos básico. Apesar de eu amar usá-lo como uma boa camiseta podrinha, eu acho que sempre dá para ir além! Por isso, resolvi mostrar algumas combinações que eu considero bem inspiradoras!

short-jeans-bota

Resolvi começar com a mais polêmica! Sei que não é todo mundo que gosta dessa dupla meio incoerente, e também sei que essa inspiração está longe de ser a mais democrática, mas eu acho lindo e muito estiloso!! Já usei algumas vezes, mas todas foram antes de eu postar looks com mais frequência. Assim que o tempo der uma esfriadinha, acho que vou mostrar aqui no blog! Ah, para quem quiser tentar, minha dica é fugir dos shorts justos nas pernas e apostar nos modelos mais soltinhos.

short-jeans-com-casacoEsse é outro look incoerente – e perfeito para quem mora em SP e seu tempo maluco. Sei que muita gente tem pavor de looks que parecem que em cima a pessoa está no Alasca e embaixo está na Bahia, mas existem casacos levinhos e compridos que eu acho que dão muito certo com short jeans. Trench coat é uma ótima opção, por exemplo!

short-jeans-com-coleteA tal terceira peça que a gente tanto fala por aqui! O colete é perfeito para aquele dia em que você quer deixar sua combinação short + camiseta menos óbvia. Confesso que até pouco tempo eu torcia um pouco o nariz para o colete de pelo + pernas de fora, mas um dia, conversando com uma vendedora que estava com um look bem parecido, ela conseguiu me convencer que essa peça nada mais é que um acessório para incrementar o estilo, e que poderia ser usada fora do seu lugar comum. Comprei a ideia, mas não comprei o colete. rs

short-jeans-jaqueta-diferenteAcho que de todas as ideias que reuni, essa é a que eu mais gosto! Cada vez mais eu acho que uma jaqueta poderosa faz toda a diferença do mundo e estou em um projeto de fazer um pequeno acervo dessas peças rs. É ela que faz com que o seu básico não seja visto como básico, e isso é incrível!

Vai dizer que short jeans não é a melhor peça do armário? Agora me contem, quais são os seus truques para deixá-lo mais estiloso?

Beijos!

Carla

24
set
2014

Por que tão chata, Ariana Grande?

Celebs

Sabemos a letra de “Problem” de trás pra frente, curtimos a participação dela em “Bang Bang” e se tocar “Break Free” em alguma festa, a gente vai dançar e saber partes do refrão. Só que temos um problema sério: adoramos essas músicas mas ainda não conseguimos gostar da cantora.

Não sabemos se já estamos muito velhas para gostar da Ariana Grande, mas a verdade é que toda vez que vemos alguma notícia com ela, a impressão que passa é que ela é uma chata! Nos perdoem, Arianators, estamos sempre tentando entender o lado dela, mas mesmo quando a gente consegue achar uma explicação que justifique as notícias, nossa opinião continua intacta.

Podemos dividir com vocês alguns desses motivos?

1 – A comparação com Mariah Carey

Tudo começou quando ouvimos “The Way” pela primeira vez, sem saber quem estava cantando. Na hora tivemos a certeza que era Mariah, mas não. Era Ariana. E, nos desculpem, mas somos da época em que Mariah Carey era A diva (saudades Divas Live <3). Sabemos que a competição entre as duas nem existe – Ariana acha a comparação um elogio e Mariah só fez desejar boa sorte à sua mini sósia – mas reconhecemos que nosso instinto protetor prejudicou nossa simpatia com Ariana.  (até porque ultimamente Mariah tenta, tenta, e não emplaca mais um sucesso, né?)

De qualquer maneira, Ariana tá certíssima em se sentir lisonjeada com a similaridade. Ter sua voz comparada com a de Mariah Carey não é para qualquer uma mesmo!

2 – O rabo de cavalo eterno

ariana-grande-1Em um primeiro momento achamos legal que ela tenha seu signature look, mas já cansou. E já viram ela com cabelos soltos? Na nossa opinião, fica bem mais bonita!

tumblr_nax4yx0ad61rfduvxo1_250Ah, e nas nossas pesquisas, acabamos nos deparando com a sua explicação para adotar o super rabo de cavalo como penteado de guerra. Segundo Ariana, ela teve que pintar muito os cabelos de vermelho quando ela fazia o seriado Sam & Cat na Nickelodeon, o que destruiu os fios. O rabo de cavalo foi a solução que ela encontrou para esconder esse “defeito” enquanto os fios não se recuperavam, mas a gente acha que já deu o tempo, né? Já ouviu falar de hidratação, Ariana?

3 – 21 ou 12?

tumblr_mxgvfxC8C71t4wmn7o1_500Quando vimos Ariana Grande pela primeira vez, em algum red carpet e antes de saber o que ela cantava, tínhamos certeza que ela não tinha mais de 15 anos e era uma dessas celebridades-prodígio. Quando vimos o clipe de “The Way” estranhamos a imagem Lolitta que ele passava, mas foi na foto do single “Problem” que a gente resolveu se dar ao trabalho de saber a idade real dela. Aquela bota, aquela pose e aquele look em uma menina de 12 anos deveria ser crime!

Bem, descobrimos que ela tem 21, mas as roupas, o penteado e a carinha de eterna inocente enganam direitinho! Até achamos que é uma vantagem aparentar ser mais nova do que realmente é, mas não tanto, né?

4 – Os desejos de diva

tumblr_nbr8i5z5SH1s4hjb0o1_500Quando um artista chega ao patamar de celebridade, é normal que as exigências fiquem cada vez mais escalafobéticas. Poltronas em forma de coração (Beyoncé), tigela apenas com M&M’s amarelos (Marilyn Manson) e rosas com cabos de 11 cm (Elton John) são alguns pedidos estranhos que você sempre vê por aí. Mas achamos que Ariana levou o comportamento diva para outro patamar.

Para quem não sabe, ela só gosta que fotografem seu lado esquerdo. Até aí nada demais, afinal, todo mundo tem seu “melhor lado”, e ela gosta de mostrar sua covinha. Só que muitos jornalistas e fotógrafos têm considerado essa exigência muito diva para alguém que só agora está despontando ao estrelato.

Ah, e ela também já tem uma vasta lista do que os repórteres não podem perguntar pra ela. E é claro que são as perguntas que a gente mais quer ouvir: comparação com Mariah Carey, relacionamentos e sobre o seriado que ela participou.

5 – Arianators sem privilégios

lordeolha Lorde fazendo com ela o que supostamente ela faz com fãs!

Provavelmente quem realmente é fã de Ariana vai discordar da gente, mas essa é a opinião que nós tivemos depois de lermos pelo menos duas histórias que dão a entender que a cantora não tem muita paciência para seu exército de Arianators.

O primeiro foi esse, onde um pai de uma fã contou a diferença de tratamento que a cantora teve com a filha dele em 2011 e agora, em 2014. O segundo é bem atual, mas tem cara de boato dos fortes. Fontes afirmam que ouviram ela dizer que esperava que seus fãs morressem.

Sinceramente, achamos que esse segundo é exagerado. Mas levando em conta a forma que ela agiu com as meninas no primeiro relato (e nesse a gente acreditou!), não fica tão difícil imaginar ela falando esse tipo de coisa.

Nossa conclusão?

Ariana realmente tem uma voz incrível e é talentosa, mas achamos muito estranho que alguém com tão pouco tempo de carreira tenha tantas notícias ruins a seu respeito, a ponto de continuarmos achando ela muito chata!

Ficamos sabendo que o empresário dela é o mesmo responsável pela carreira de Justin Bieber. E a gente sabe que Justin Bieber conseguiu tirar a imagem de garoto prodígio para quase adulto problema, e isso não é nenhum elogio, né?

Sai dessa, Ariana! Ainda dá tempo de você ser reconhecida pelo seu talento e não por seu comportamento de diva (no mau sentido)!

24
set
2014

Book do dia: Seis Anos Depois, de Harlan Coben

Book do dia

Há um tempo atrás postei sobre o livro Não Conte à Ninguém do Harlan Coben, e fiquei chocada com a quantidade de gente que adora as obras desse autor! No post, várias leitoras me sugeriram outros títulos dele, mas acabei resolvendo comprar o último que foi publicado por aqui: Seis Anos Depois!

resenha-de-livro-seis-anos-depois-harlan-coben

A sinopse: Jake Fisher e Natalie Avery se conheceram no verão. Eles estavam em retiros diferentes, porém próximos um do outro. O dele era para escritores; o dela, para artistas. Eles se apaixonaram e, juntos, viveram os melhores meses de suas vidas. E foi por isso que Jake não entendeu quando Natalie decidiu romper com ele e se casar com Todd, um ex-namorado. No dia do casamento, ela pediu a Jake que os deixasse em paz e nunca mais voltasse a procurá-la. Jake tentou esconder seu coração partido dedicando-se integralmente à carreira de professor universitário e assim manteve sua promessa… durante seis anos. Ao ver o obituário de Todd, Jake não resiste e resolve se reaproximar de Natalie. No enterro, em vez de sua amada, encontra uma viúva diferente e logo descobre que o casamento de Natalie e Todd não passou de uma farsa. Agora ele está decidido a ir atrás dela, esteja onde estiver, mas não imagina os perigos que envolvem procurar uma pessoa que não quer ser encontrada. Em Seis Anos Depois Harlan Coben usa todo o seu talento para criar uma trama sensacional sobre um amor perdido e os segredos que ele esconde.

Eu sabia que os livros de Harlan Coben são cheios de surpresas e que te deixam com a pulga atrás da orelha a cada capítulo (o que te obriga a seguir em frente mesmo com sono, fome, pressa, etc rsrs). Acho que não tinha lido nem 5 páginas e já estava curiosíssima para saber o final, e tentando imaginar 1001 possibilidades para cada coisa estranha que acontecia!

Ao contrário de Não Conte à Ninguém, que me deixou zonza com tanta reviravolta, eu achei essa narrativa muito mais linear e interessante. O ritmo da história continua sendo acelerado, com muita ação e pontas soltas que, a principio, parecem que nunca vão se juntar. No meio do livro eu tive a certeza que ele tem tudo para ser um ótimo filme para os cinemas, já estava até imaginando as cenas…hahaha Quando chega mais perto do final, ele vai ficando um pouco mais óbvio, com vários clichês que quem ama suspense logo descobre, mas isso não tira o mérito do livro.

Assim como Não Conte, Seis Anos Depois é perfeito para quem está procurando uma leitura rápida e descompromissada. E goste muito de suspense, claro.

Alguém já leu? O que achou?

Beijos!

Carla

Página 3 de 81312345...102030...Última »